PENSAMENTOS

Aqui é possível verificar alguns pensamentos que promovam reflexões sobre assuntos relacionados com a música e arte de maneira geral. Todas as citações utilizam o critério de serem retiradas de fonte primária, sendo assim, não fazendo uso de apud (citado por, conforme, segundo). As referências mostram as informações contidas nos livros originais e nos eventuais casos de omissão de dados é porque não existiam nas referidas publicações.


Total de pensamentos: 29.

Decrescente

Crescente


"... a livre improvisação enfrenta a música como uma máquina que se abre para novas e infinitas atualizações"

Rogério Costa

COSTA, Rogério Luiz Moraes. Música errante: o jogo da improvisação livre. 1. ed. São Paulo: Perspectiva: Fapesp, 2016, p. 6.

"A música é arte e ciência, dois elementos que correspondem a um processo evolutivo do ser humano"

Rolando Benenzom

BENENZOM, Rolando. Teoria da musicoterapia: contribuição ao conhecimento do contexto não-verbal. Tradução de Ana Sheila M de Iricorchea. 1. ed. São Paulo: Summus, 1988, p. 11.

"Dedu-ze, e este é um ponto essencial, que a música não evoca emoções de acordo com a história pessoal de cada um, mas que ela de fato as provoca"

Sonia Regina Albano de Lima

LIMA, Sonia Regina Albano de. A dimensão comunicativa da linguagem musical. In: SEVERINO, Francisca Eleodora Santos; LIMA, Sonia Regina Albano de (Org). Mosaicos: arte, cultura e educação. 1. ed. São Paulo: Todas as Musas, 2011, p. 40.

"... a afirmação de que as obras-primas da música moderna são mais cerebrais e têm menos caráter sensível do que as tradicionais representa uma pura projeção da incapacidade de compreender."

Theodor W. Adorno

ADORNO, Theodor W.. Filosofia da nova música. Tradução de Magda França. 3. ed. São Paulo: Perspectiva, 2002, p. 19.

"Na música, nas artes gráficas e na literatura, o profissional adquire sua educação ao ser exposto aos trabalhos de outros artistas, especialmente àqueles de épocas anteriores"

Thomas S. Kuhn

KUHN, Thomas S. A estrutura das revoluções científicas. Tradução de Beatriz Vianna Boeira e Nelson Boeira. 10. ed. São Paulo: Perspectiva, 2011, p. 208-209.

"Dar significado estético a um discurso musical significa explicitar a incerteza e gozá-la como altamente desejável"

Umberto Eco

ECO, Umberto. Obra aberta: forma e indeterminações nas poéticas contemporâneas. Tradução de Giovanni Cutolo. 9. ed. São Paulo: Perspectiva, 2008, p. 140.

"A música convida ao movimento, à expresão, à integração."

Viviane Louro

LOURO, Viviane. Fundamentos da aprendizagem musical da pessoa com deficiência. 1. ed. São Paulo: Editora Som, 2012, p. 192.

"Quanto mais esquecido de si mesmo está quem escuta, tanto mais fundo se grava nele a coisa escutada"

Walter Benjamin

BENJAMIN, Walter. O narrador. in: WALTER, Benjamin; HORKHEIMER, Max (et al.). Textos escolhidos. Traduções de José Lino Grünnewald (et al.). 2. ed.São Paulo: Abril Cultural, 1980, p. 62, (Os Pensadores).

"Se imitar musicalmente a natureza consistir em apenas trazer "pronto" o que deve ser visto, o já constituído, o já percebido, apresentando apenas o audível já ouvido, e o visível já visto, que poder evocativo e que valor artístico teria essa obra?"

Yara Borges Caznok

CAZNOK, Yara Borges. Música: entre o audível e o visível. 2. ed. São Paulo: Unesp, 2008, p. 226, (Arte e Educação).

Total de Pensamentos 29.

Decrescente

Crescente

Página 3 de 3